Falta de organização: como prejudica o seu negócio?

falta-de-organizacao

O que significa organização para a sua empresa? Ter um estoque e a loja arrumados, os colaboradores alinhados às atividades, áreas internas conversando entre si, novas ideias de projetos, entre outros. Saiba que não é apenas isso e que, a falta de organização pode prejudicar o negócio. 

Em tradução literal, organização é a ordenação das partes de um todo.

No contexto empresarial, é a estrutura planejada e organizada seguindo atribuições claras e direcionadas para cada componente desse sistema. 

Sendo assim, se uma das partes falhar, vai impactar o todo de forma, muitas vezes, prejudicial. 

Para se ter uma ideia da importância da organização em um estabelecimento, apenas 76,6% das empresas abertas no Brasil sobrevivem ao mercado depois de 2 anos, segundo dados do Sebrae.

Ou seja, 1 em cada 4 empreendedores fecham os seus negócios. E, ainda, de acordo com o IBGE, 6 em cada 10 empresas não ultrapassam os 5 anos em atividade.

Entenda mais sobre esse assunto na ONCLICK: Por que 80% das micro e pequenas empresas não completam 1 ano

Neste caso, um fator determinante ajuda a reverter esse cenário e oferece suporte para o desenvolvimento e sucesso de qualquer negócio: a organização eficiente.

Para te mostrar como implantá-la na sua empresa, a ONCLICK mostra, a seguir, os 5 principais indicadores da falta de organização para você identificar e mudar: 

  1. Falhas na produção 

Atrasos nas entregas, pedidos errados, demora na entrega? Esses podem ser sinais da falta de organização e o impacto direto na linha de produção.

Com a ausência de planos de negócio, a cadeia produtiva é afetada negativamente.

Para um estabelecimento estar em pleno funcionamento, todas as operações precisam estar alinhadas e integradas sobre o que e as maneiras de fazer, bem como estabelecer metas e objetivos a curto, médio e longo prazo. 

Sem a devida organização, não é possível identificar gargalos ou até mesmo melhorar a qualidade dos serviços oferecidos. 

Empresas que possuem mapeamentos de direção de negócio, padronização e organização nas informações, seja de clientes, fornecedores, analises de mercado, entre outros, diminuem o risco de falhas na produção, e consequentemente, no negócio em geral.

  1. Aumento de gastos desnecessários

Na teoria, para manter um bom fluxo de caixa basta gastar menos do que se ganha. A tarefa já não é fácil e, sem um devido planejamento e organização do orçamento empresarial, o processo fica ainda mais complexo.

Sem levantamentos claros das contas a pagar e receber, o fluxo de caixa pode ser impactado, gerando valores negativos e falta de negociação para superar crises emergenciais. 

Ao realizar monitoramentos de desempenho periódicos, é possível verificar resultados e prever possíveis gargalos, facilitando a correção que gera economia no orçamento.

Leia mais: Reserva de emergência. Saiba como ter uma na sua empresa

  1. Má tomada de decisão

Uma tomada de decisão em um negócio deve ser feita por meio de análises e planejamentos para chegar nos melhores resultados. 

Caso não haja uma base prévia organizada, não se obtém parâmetros do que fazer para melhorar, cortar ou buscar realizar em uma empresa. 

Nesse aspecto são considerados os diferentes tipos de tomada de decisão — baseadas em valores, racional, colaborativa — que, sem uma devida gestão de qualidade, não permite identificar a melhor ação estratégica.

  1. Estagnação

A falta de organização é prejudicial em diversos aspectos, inclusive na contribuição para a estagnação de uma empresa. Por isso, é um dos principais motivos que levam continuamente à falência.

Sem o controle eficiente na linha de produção, finanças e na tomada de decisão, o negócio não tem projeção de crescimento, uma vez que os resultados são de prejuízos e há ausência de processos organizados, alinhados e padronizados.

Isso significa que não há planos para identificar, prevenir e sair de crises, bem como não é possível superá-las. 

Empresas que utilizam de marcadores, históricos e projeções, possuem melhor visão das necessidades empresariais e de mercado, o que permite a melhor e mais assertiva tomada de decisão para um desenvolvimento contínuo.

  1. Ausência de processos digitalizados

Com a Transformação Digital, não contar com processos digitalizados é uma grande desvantagem em relação as demandas do mercado e para se ter eficiência de gestão. 

Buscar administrar um negócio por meio de processos manuais ou diversas planilhas não é a melhor estratégia, enquanto existem ferramentas inteligentes que desempenham atividades de forma automatizada e integrada. 

Os softwares de gestão empresarial são soluções aos problemas de má administração, dando suporte no melhor controle das operações, centralizando informações e integrando todos os setores do negócio.

Como resolver a falta de organização?

Você já viu que ter uma boa organização é algo fundamental em qualquer negócio e deve ser um processo contínuo para o melhor desenvolvimento da marca.

Softwares de gestão, como o ERP, são sistemas que dão o suporte completo para obter o maior controle nas operações, bem como tomar as decisões com base em dados registrados, integrados e analisados. 

O ONCLICK ERP suporta todas as suas operações empresariais possibilitando acesso ágil, eficiente e seguro das suas informações, com a melhor e maior organização. 

Conheça todas as funcionalidades para o seu negócio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.