Conheça o ciclo PDCA e aplique na sua empresa

Aperfeiçoar a gestão de empresas de qualquer segmento e porte, de maneira a avaliar se os esforços dentro dos processos estão trazendo o resultado ideal, é o alvo dos profissionais que estão à frente dos negócios.

Como gestor, você já deve ter se perguntado se as etapas de cada ação estão corretas, para que todas as áreas superem os resultados e estejam conectadas, sem que haja perda de prazos aos clientes finais.  

Para que a avaliação dos processos seja executada corretamente — desde a aplicação de novas ferramentas até o aperfeiçoamento administrativo — o ciclo PDCA é o método mais indicado.

Estabelecida em meados de 1950, com o objetivo de auxiliar negócios, a metodologia com iniciais em língua inglesa “PLAN – DO – CHECK – ACT / ADJUST”, ao ser traduzida para o português significa: “Planejar – Fazer – Verificar – Agir/Ajustar”.

Os pilares são baseados em 3 principais práticas:

  1. Padronização e melhoria incremental.
  2. Processo contínuo com dados concretos.
  3. Redução de desperdícios e atividades sem valor agregado.

Os benefícios extraídos desses pilares são refletidos ao longo da gestão. Muito disso se deve a atuação do ciclo PDCA em indicar os ajustes durante o planejamento, execução e checagem.

Entretanto, fica a pergunta: como o ciclo PDCA realmente funciona? É isso que será abordado, agora, neste blogpost:

Entenda como funciona o ciclo PDCA

O ciclo PDCA consiste em colocar em prática o significado de suas próprias siglas, as quais darão o enfoque da maneira que um gestor deve traçar uma meta para sua resolução, além de definição de prazos para o resultado esperado.

Desta maneira, veja como se dá a atuação de cada etapa do ciclo PDCA:

  • Plan (Planejar)

Como a própria ação diz por si mesma, este é o momento de planejar quais são as etapas que devem ser viabilizadas para que haja uma concentração de metas.

Na prática, faz-se necessário localizar o problema de maneira objetiva para, depois, estabelecer as metas e as análises desta mesma objeção encontrada. Isso porque essa reflexão levará a execução efetiva da solução.

  • Do (Fazer)

Após localizar o problema e traçar metas para solucioná-lo, chega o momento de executar todas as partes do planejamento.

Isso significa que, nesta fase, a listagem de todas as mudanças que devem ser feitas, até mesmo a comparação de dados, está presente. Só assim será possível avançar para a próxima fase do ciclo.

  • Check (Verificar)

Nesta fase, será realizada toda a checagem dos dados adicionados e inseridos no ciclo PDCA.

É preciso verificar desde a comparação dos resultados e informações até a verificação da eficácia das ações executadas.

  • Act (Agir/Ajustar)

Por último, mas não menos importante, a incorporação de tudo que foi listado, comparado e checado, é necessária.

Feito isso, é o momento de colocar em ação e ajustar o que for necessário para verificar os processos que estão dando certo e aperfeiçoar para que todas as áreas sejam integradas e não culminem em prejuízos para o negócio.

Ao colocar o ciclo PDCA em prática, vale encontrar a solução para um problema e gerar insights sobre as causas e ações, atacando-as de frente.

E agora, já está pronto para realizar o ciclo PDCA em sua empresa ou indústria? A ONCLICK conta com soluções específicas para gerenciar negócios de forma integral a partir de um software completo de gestão.

Siga nossas redes sociais e não deixe de conferir as soluções sob medida para a sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.