ERP e HUB de integração: complementares ou concorrentes?

Administrar um comércio online bem-sucedido não é uma tarefa simples, uma vez que é essencial contar com uma gestão otimizada para dar conta da demanda de setores-chave, como finanças, logística e marketing.  

E, com aumento de vendas pelo comercio eletrônico, houve uma demanda dos lojistas em busca de ferramentas e sistemas operacionais que auxiliem nos processos internos de empresas, priorizando o foco na qualidade e oportunidades de expansão. 

Diante desse cenário, muitos gestores se questionam acerca de qual é o melhor e mais compensatório software para adotar no negócio. As tecnologias mais lembradas são os sistemas ERP e o HUB de integração.  

Pensando nisso, a ONCLICK explica as duas ferramentas, quais são as aplicações e como auxiliam, de fato, a operação.  

Para começar: o que é o sistema ERP? 

Com recursos bastante aprimorados, o ERP garante administração de áreas como compra e venda, contabilidade, financeiro, logística e controle de estoque. 

Apesar de ser uma ferramenta bastante eficiente para os lojistas, o sistema ERP atua apenas no controle de aspectos administrativos da empresa, trazendo melhorias na produtividade e no gerenciamento interno. 

Algumas funções (dentre outras) que a aplicação entrega aos negócios: 

  • Emissão de nota fiscal e boletos; 
  • Gestão de estoque; 
  • Integração logística; 
  • Otimização geral da empresa. 

Leia também mais na ONCLICK: 5 motivos para adotar o ERP 

Mas o que é o HUB de integração? 

De forma simplificada, como o próprio nome sugere, o HUB integra os lojistas e os principais e-commerces, marketplaces ou canais de vendas em um mesmo lugar. 

Com ele é possível, por exemplo, publicar produtos, atender os clientes, gerenciar pedidos, controlar estoque e automatizar diversos processos, além de adicionar outras funções específicas para marketplaces. 

Conheça as principais tarefas que o HUB de integração realiza: 

  • Gerenciamento de vendas; 
  • Cadastro de produtos em várias plataformas de uma única vez; 
  • Relatórios de anúncios, vendas e estoque; 
  • Automatização dos processos de separação e envio. 

Ou seja, de maneira simplicista, o ERP está mais voltado e focado na gestão administrativa da empresa do que nas vendas online, enquanto o HUB é mais eficiente para gerir vendas e produtos de marketplaces, pois seu maior foco está nas regras de negócio de cada plataforma.  

Por isso, é comum que os vendedores tenham um ERP para gerenciar a sua empresa e um HUB para executar as tarefas específicas dos marketplaces, integrando e complementando o negócio com o uso complementar de ambas as ferramentas. 

ERP e HUB de integração: complementares ou concorrentes? 

Como se pode notar, as duas ferramentas não têm a mesma função, logo não anulam uma à outra. 

Tanto o sistema ERP quanto o HUB de integração auxiliam na otimização das empresas, mas a questão é a diferença de direcionamento e foco nas funcionalidades de cada um.  

Para isso, é necessário entender o seu negócio e suas operações, analisando quais precisam de mais atenção ou aprimoramento, de acordo com a área de atuação e os objetivos que se busca alcançar. 

Por exemplo, se o melhor para o seu comércio é o enfoque na gestão de vendas, como agilidade nos atendimentos, acompanhamento pós-venda, além de integração de todos os canais em um só lugar, o HUB poderá atender melhor às suas necessidades. 

Entretanto, se o melhor para o seu comércio é a gestão administrativa, como contas a pagar e receber, nota fiscal, controle de estoque, entre outros, o recomendado seria um sistema ERP para a realização de todas estas atividades.  

E, para isso, não deixe de incluir o sistema ERP da ONCLICK em sua operação, adicionando mais automação e foco na qualidade de melhoria. 

A implantação das soluções é realizada por meio de um projeto customizado para cada marca, atendendo diretamente às necessidades do negócio. Todos os requisitos são analisados e as ferramentas recebem sua parametrização inicial de acordo com o briefing inicial. 

Os treinamentos acontecem de forma dinâmica e instrutiva, tornando a aquisição do ERP uma experiência consultiva, com foco na otimização da gestão e o crescimento do negócio. 

Para saber mais e agendar uma consultoria, acesse o site

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.