Por que você deveria antecipar as tendências em gestão?

*Por Marcel Farto, CEO da ONCLICK

Quando se fala em tendência, o que você pensa? Moda, utilidades e, até mesmo, comportamento, são as mais lembradas. Mas, falando enquanto gestão de negócios, precisamos olhar quais são as evoluções no segmento para não deixar a empresa ficar perdida no meio do caminho.

Começo respondendo o que é uma tendência: as tendências surgem de previsões, que nada mais são do que estudos e análises para compor cenários futuros. Quanto mais essas previsões se repetem, estão mais aptas a se concretizar, ou seja, virar uma tendência, nos anos consecutivos. E isso acontece em todas as áreas. Por isso, é primordial acompanhar o seu segmento e as novidades para não ficar atrás.

Em um mercado cada vez mais competitivo e com uma lista de objetivos a serem cumpridos, como conquistar e fidelizar o cliente, aumentar o market share, reduzir as perdas, estar à frente da concorrência e gerenciar melhor todas as áreas da empresa, a tecnologia torna-se fundamental. 

Uma empresa com boa saúde financeira e gerencial investe não apenas o tempo em trabalho árduo, como combina soluções e ferramentas tecnológicas para melhorar os processos internos. No varejo, por exemplo, há como otimizar todas as etapas: da gestão financeira à logística, passando pelo estoque e o marketing, com softwares específicos e complementares que permitem uma visualização completa de cada área. 

Por que ficar de olho nas tendências?

As empresas futuristas, como são chamadas, são aquelas que antecipam mudanças e inovam os processos. 

Com isso, a automação faz com que a liderança comece a dedicar mais tempo para a gestão eficiente, diminuindo a complexidade das ações corriqueiras e dispensando energia para a continuidade do negócio. 

Ao adotar um software de gestão integrado, por exemplo, há a organização dos dados e informações confiáveis que culminam na melhor tomada de decisão, processos mais rápidos, redução de erros e economia, otimização do tempo, controle financeiro e conformidade perante às leis. 

Isso permite que você tenha mais tempo para olhar o mercado e buscar soluções que sejam de acordo com o seu segmento e público-alvo.

Quais são as principais tendências no varejo?

A experiência e fidelidade do cliente é o ponto-chave para o varejo. Com a integração do físico com o on-line, que ficou conhecido como omnichannel, as marcas hoje em dia devem apostar em conhecer muito bem o seu consumidor e fazer com ele se sinta único em todos os canais. 

O omnichannel é uma tendência e, se você ainda não está na internet, perde muito espaço. 

Por outro lado, a loja física traz a experiência in loco da marca. Mas nada como um toque tecnológico para deixá-la ainda melhor. Totens de autoatendimento, a possibilidade de ver o produto fisicamente e pedi-lo pela internet na própria loja, ou trocar o que veio via e-commerce presencialmente, são algumas das opções. 

A integração dos meios de pagamentos é outra tendência que deve ser considerada. Contar com um sistema que interligue tanto a loja física quanto a virtual e, ainda, possibilite a criação de uma carteira digital, com pagamento instantâneo e seguro, vai te destacar dos concorrentes.

Pensando nas etapas da jornada do cliente, é preciso criar um ambiente interno que controle todas as aplicações. É como ter a sua empresa no centro com todos os sistemas plugados a ela. 

Hoje em dia, já é possível integrar os canais de atendimento (telefone, chat, e-mail, internet), redes sociais, e-commerce, loja física, aplicativos próprios, meios de pagamento, estoque e logística para ter a sua operação interligada em uma tela com todas as informações relevantes. 

Os benefícios ao negócio

Sabendo que toda a cadeia do varejo depende da tecnologia, esta veio também para mudar os padrões comportamentais e trazer novas oportunidades de mercado. Por isso, é importante visualizar os dados do seu nicho de atuação e combinar as diferentes soluções para proporcionar a melhor experiência ao seu cliente, antecipando as tendências de mercado. 

Afinal, nesse universo efêmero, destaca-se quem aposta e utiliza a tecnologia. Não tenha medo de combinar as aplicações e interfaces para chegar nesse objetivo. 

Marcel Farto, CEO da ONCLICK, é formado em Sistemas de Informação pela Unesp e possui MBA em Gestão Empresarial pela FGV. O executivo soma 20 anos de experiência no segmento de TI, numa trajetória que mescla empreendedorismo e gestão de negócios. Começou na ONCLICK em 2012 como Diretor de Desenvolvimento, assumindo a presidência em 2014. Antes, foi fundador e CEO da Commit Consulting.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *