Como utilizar os canais de comunicação para gerar vendas

Todo internauta já se deparou com uma assinatura de newsletter depois de ler um artigo, com um post patrocinado no Facebook ou uma live no Instagram. Todos estes são exemplos de canais de comunicação que podem – e devem – ser explorados pelos varejistas. 

Dentre os principais meios para esse diálogo estão as redes sociais. Uma pesquisa realizada pelo Ibramerc (Instituto Brasileiro de Inteligência de Mercado) mostra que 41% das empresas que passaram a adotar as redes sociais em sua estratégia de divulgação registraram melhoria nos resultados das vendas. Para usá-las de forma eficiente é preciso ser estratégico.

A comunicação estratégica é o conjunto de processos criados para deixar o contato com seu público mais eficiente em diferentes canais. 

Desta forma, a sua empresa consegue acompanhar o movimento e as alternativas que a transformação digital trouxe para o varejo, como o uso das redes sociais de modo comercial. Este item é fundamental para conhecer quais veículos devem ser considerados, quais estratégias usar e como fazer planejamentos de sucesso. Engaje com seu público e aproveite esses meios ao seu favor!

Então, o que fazer para usar os meios de comunicação de maneira estratégica?

  1. Aja conforme o público do seu e-commerce

Os diferentes canais de comunicação requerem linguagens e formas distintas de fazer contato com o consumidor. 

Portanto, é essencial você conhecer bem o seu nicho de atuação. Primeiro, identificando os objetivos B2B do B2C e, depois, segmentando o seu público.

Os canais de comunicação, como blogs, newsletter, redes sociais, anúncios nos buscadores, podem ser os mesmos no B2B e no B2C. O que difere é a linguagem a ser utilizada. Enquanto no B2C o foco é no marketing de relacionamento, no B2B é apresentar ciclos de vendas maiores. 

Assim que você identificar o seu foco, passe para o próximo passo: a segmentação. Você pode segmentar melhor seu público a partir de suas características:

  • Geográfica: por região, estado e localização em geral;
  • Demográfica: por idade, gênero, estado civil, etc.;
  • Socioeconômica: de acordo com renda e ocupação;
  • Psicográfica: de acordo com o estilo de vida;
  • Por benefício: considerando o que a pessoa irá valorizar em seu produto;
  • Comportamental: priorizando a conveniência e a ocasião de compra.

Então, você elabora conteúdos, serviços e produtos personalizados que vão de encontro com a necessidade dos seus clientes. 

Por exemplo, se você é B2C e tem a cidade de São Paulo como sua praça e seus seguidores nas redes são predominantemente mulheres acima de 30 anos, você pode oferecer seu produto de forma mais assertiva, usando uma linguagem, atendimento e promoções que sejam interessantes para essa persona. Inclusive, pode inovar trazendo novos produtos e serviços que atingem diretamente esse público. 

Um atendimento personalizado no WhatsApp, uma série de vídeos informativos no YouTube ou uma live no Instagram podem tirar dúvidas de maneira mais rápida, além de manter um relacionamento mais pessoal e contínuo com seus consumidores.

Se você tem um e-commerce de nicho, esta pode ser uma ótima oportunidade de sair do óbvio, criando a melhor estratégia para o seu negócio nas redes sociais.

Como resultado, você oferece ao seu público-alvo produtos com os quais o mercado tradicional não costuma trabalhar. Ao conhecê-lo, você determina os produtos e serviços que este gostaria de encontrar, analisando a fundo suas necessidades e hábitos de consumo.

  1. Crie um marketing de relacionamento

Já vimos que a estratégia mais eficiente do B2C é o marketing de relacionamento. 

Isso porque ele engaja o seu nicho com sua marca. No mundo virtual, assim como no mundo real, queremos nos relacionar com quem agrega algo para nós, seja informação, diversão ou entretenimento. A aproximação com seus clientes e, consequente fidelização, vai levar seus consumidores a tornarem-se fãs dos seus produtos e/ou serviços.

Então, se você trabalha com a venda de aparelhos eletrônicos, pode fornecer informações mais detalhadas sobre seus produtos, em caso de dúvidas. Assim, quando um cliente entra em contato para saber mais sobre as especificações de um headphone em especial, você aproveita para destacar seus benefícios e diferenciais e mostrar resultados que o cativem.

Dentre os mecanismos mais usados no marketing de relacionamento para e-commerce, encontram-se os emails marketing, as newsletters e os chats de conversa das redes sociais. 

  1. Aposte nas redes sociais

Ter eficiência no Marketing de Relacionamento nas redes sociais implica em muitas vantagens. De acordo com a análise citada no início deste artigo, 93% dos líderes do segmento B2C afirmaram utilizar as mídias sociais como utensílio de apoio aos negócios. 

A partir das redes sociais, você mantém seu público perto, produzindo um conteúdo personalizado que seja relevante e de qualidade, além de manter uma comunicação aberta com seus seguidores.

As redes sociais podem ajudar e muito nas suas vendas e apresentar muitas vantagens. 

Por exemplo, uma loja virtual permite aumentar o alcance da marca em relação às mídias virtuais, pois é possível trabalhar e investir em SEO e outras técnicas específicas de marketing, como campanhas focadas como o Facebook Ads, conforme a percepção de estudos do público alvo. Dessa forma, é possível ter resultados cada vez mais positivos.

Inegavelmente, nessas horas a tecnologia se torna uma grande aliada. Funcionalidades como o WhatsApp Business API, chatbots e Inteligência Artificial mostram-se altamente eficazes na construção do relacionamento com o cliente.

Sabendo que você pode unir as tecnologias às estratégias de redes sociais, considere o  atendimento via WhatsApp. No e-commerce é usado para tirar dúvidas, ouvir dicas e também para acompanhar atualização do status do pedido. Para isso, no ato da compra você deve perguntar se o consumidor deseja acompanhar o passo a passo da encomenda. Além disso, o aplicativo é ótimo para responder problemas ou dúvidas simples de forma rápida e eficiente.

Nas redes sociais, a criatividade e inovação são livres para atrair a atenção do comprador. Inclusive, muitas empresas já passaram a priorizar redes como o Facebook, Instagram e WhatsApp para negociar e concretizar as vendas.

Portanto, entenda e invista no seu nicho usando os meios de comunicação ao seu favor!

E se você gostou desse artigo sobre os meios de comunicação online e como eles podem ser usados na divulgação e oferta de serviços da sua loja, acompanhe a ONCLICK para aprofundar seus conhecimentos nas tendências em gestão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *