Data driven: entenda a importância para o negócio

O crescimento exponencial das novas tecnologias gera ambientes de produção cada vez mais integrados e hiper-conectados. Isso se trata de um efeito direto da Transformação Digital. Por tal razão, é necessário rever os modelos de prestação de serviços e fornecimento de produtos para se adequar aos novos nichos do mercado. Estimular uma cultura data driven pode trazer resultados interessantes para a sua estratégia de negócios.

Os modelos produtivos que mais se destacam na atualidade são aqueles orientados aos conhecimentos e à inteligência dos dados. Esses volumes massivos de informações caracterizam os sistemas de Big Data. Com isso, contar com softwares sob medida para a realidade da sua empresa é fundamental. Ficou interessado no assunto? Então, confira agora nos próximos parágrafos a importância do data driven para o seu negócio. Venha comigo e boa leitura!

O que significa data driven?

Trata-se de uma mentalidade comercial que utiliza a inteligência dos dados para explorar novas brechas de negócios. O intuito é planejar ações coerentes para cada tipo de cenário. Esse mindset data driven viabiliza decisões estratégicas mais precisas e confiáveis. A informação representa um ativo crítico para as empresas. Logo, é interessante ter meios para aplicá-la com eficácia, sem incorrer em custos e riscos desnecessários.

É preciso visualizar os modelos de negócios como ecossistemas integrados com funções críticas que se comunicam entre si. Desse modo, é importante que os dados de marketing, design de produtos, vendas e gestão interna realmente agreguem valor para as rotinas e lucratividade do seu estabelecimento. Em muitos casos, investir em automação de processos pode ser opção viável. Uma mentalidade data driven deve responder a questões como: 

  • Qual é o perfil do público das minhas ações de marketing?
  • Quais fatores diferenciam o meu negócio da concorrência?
  • Em quais lugares a abordagem ao meu cliente é mais eficaz?
  • Quais consumidores têm mais chances de comprar meus produtos e serviços?
  • Quais empresas apresentam potencial para parcerias futuras?

Percebe-se que as decisões embasadas nos dados têm maiores chances de efetividade. A ideia é agir de acordo com as informações disponíveis sem se deixar levar por modismos ou abordagens muito subjetivas. Logo, é importante estruturar os processos de coleta, tratamento e disponibilização do dado para que os resultados sejam de fato efetivos para o seu negócio. A ideia aqui é gerar insights. Nesse caso, explorar as técnicas de growth hacking também é interessante.

Como usar o data driven?

Veja agora 6 maneiras de utilizar o data driven na sua empresa.

Rotinas de captura de dados

A geração de informações relevantes depende da qualidade das fontes de dados da sua empresa. Diante disso, é interessante estabelecer rotinas para a captura contínua e massiva de dados. Com isso, consegue-se identificar padrões e eventos específicos e se adiantar diante das novas tendências. Os sistemas CRM (Customer Relationship Management) podem ser aliados nesse processo. O objetivo é coletar fatos sobre o mercado, concorrência, clientes, transações e partes interessadas e fortalecer a cultura data driven gradativamente na sua empresa.

Padronização de informações

Os ecossistemas digitais geram volumes massivos de dados. Entretanto, é preciso saber lidar com essa enxurrada de informações para extrair inteligência para o negócio. Trata-se de uma demanda complexa, pois muitos dados têm formatos diversos e não são estruturados. Por essa razão, é importante padronizar o tipo de informação relevante para a sua empresa. Assim, é possível criar conhecimentos atualizados e consistentes com as tendências do seu nicho de mercado.

Geração de indicadores

Os indicadores de desempenho são uma ferramenta essencial para a boa gestão de negócios. Trata-se de uma maneira para traduzir a situação dos processos e projetos em números. Com isso, o gestor consegue visualizar quais atividades são mais problemáticas e quais são áreas que precisam de um acompanhamento mais de perto. Esse esforço orientado aos dados pode melhorar bastante a logística interna da sua empresa.

Automação de processos

Um processo automatizado pode acelerar bastante a entrega de resultados. Essa abordagem permite a análise de muitos dados em tempo real. O objetivo é otimizar a execução de tarefas repetitivas para direcionar os esforços nas demandas mais críticas do negócio. Dessa forma, consegue-se tomar decisões mais assertivas. Logo, investir em automatização de processos é uma estratégia legal para o data driven.

Aprendizado contínuo 

As organizações exponenciais são aquelas capazes de aprender continuamente. A ideia é encorajar os times na busca constante por novos conhecimentos. Nesse caso, não é preciso se prender a uma área específica. O gestor de negócios pode ser um facilitador desse processo e direcionar os colaboradores para os temas mais interessantes para os objetivos estratégicos. Assim, aumenta-se a capacidade analítica das equipes, um princípio fundamental da mentalidade data driven. Vale reforçar também a importância da ciência de dados em quase todos os nichos de mercado.

Cultura ágil

O termo agile está cada vez mais em voga quando se fala em tecnologia. Essa abordagem também se aplica ao contexto das operações orientadas aos dados. O objetivo aqui é agilizar as rotinas das equipes por meio de comunicações frequentes, simplificação de processos e feedbacks contínuos das partes interessadas dos projetos. Assim, cria-se um ambiente adaptado às dinâmicas do mercado sem perda da qualidade dos produtos e serviços. Dentro desse contexto, os conhecimentos sobre gestão de mudanças podem ser bem valiosos.

Enfim, essas são as principais informações que você precisa saber sobre a mentalidade data driven. O desenvolvimento de soluções empresariais é uma demanda complexa e com efeitos em toda a cadeia de valor do seu negócio. Investir em novas tecnologias é uma decisão que deve levar em conta a realidade, o volume de informações e a criticidade dos processos da sua empresa. Diante disso, contar com a ajuda de especialistas em ferramentas inteligentes e inovação pode ser uma estratégia interessante para melhorar os seus resultados a médio e longo prazo.

Muito bem, agora você já conhece a importância que o data driven tem para as rotinas e processos do seu negócio. Gostou do artigo? Então, entre em contato com a ONCLICK e veja como podemos agregar valor para a sua empresa. O seu retorno é muito importante para nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *